A música como desenvolvimento humano

A MÚSICA COMO DESENVOLVIMENTO HUMANO

A música é algo de muita importância na vida do ser humano, é um elemento que auxilia no bem estar das pessoas. No contexto escolar a música tem a finalidade de ampliar e facilitar a aprendizagem do educando, pois ensina o indivíduo a ouvir e a escutar de maneira ativa e refletida.

A música afeta de duas maneiras distintas no corpo do indivíduo: diretamente, com o efeito do som sobre as células e os órgãos, e indiretamente, agindo sobre as emoções. É um elemento de fundamental importância, pois movimenta, mobiliza e por isso contribui para a transformação e o desenvolvimento social.

A música tem como função atingir o ser humano em sua totalidade.

A educação tem como meta desenvolver em cada indivíduo toda a perfeição de que é capaz. Porém, sem a utilização da música não é possível atingir a esta meta, pois nenhuma outra atividade consegue levar o indivíduo a agir. A música atinge a motricidade e a sensorialidade por meio do ritmo e do som, e por meio da melodia, atinge a afetividade.

A música afeta as emoções, pois as pessoas vivem mergulhadas em um oceano de sons. Em qualquer lugar e qualquer hora respira-se
a música, sem se dar conta disso. A música é ouvida porque faz com que as pessoas sintam algo diferente, se ela proporciona sentimentos, pode-se dizer que tais sentimentos de alegria, melancolia, violência, sensualidade, calma e assim por diante, são experiências da vida que constituem um fator importantíssimo na formação do caráter do indivíduo.

A música está ligada ao ser humano desde muito cedo e que sem ela o mundo se tornaria vazio.

Música, é aplicada visando ao desenvolvimento das competências dos educandos, oferecendo oportunidades educativas que lhes permitam o exercício do ser, conviver, fazer e conhecer.

A proposta da linguagem artística musical prioriza o desenvolvimento do potencial humano, a vivência de valores humanos universais e a construção de conhecimentos.

Embora haja uma crença geral de que aprender música na tenra idade proporcionará um excelência de resultados, na verdade existe poucas evidências sobre esta questão.  É claro que há benefícios, desenvolvimentos, mas o ser humano precisa abranger seus conhecimentos e não limitá-los.

Como mencionei no post: Os benefícios para quem estuda música, que um dos maiores malefícios que um estudante ferrenho de música pode ter é o bitolamento. Ele só sabe conversar sobre música, pensar em música e tocar.

Então é importante aprender música sim, desenvolver um instrumento, conhecer sobre música, sua história, seus compositores, etc…, mas o que não pode é ficar preso a um só conhecimento.

148804_353619074776954_1354443300_n