A Leitura na Formação do Ser Criativo

Por que a maioria das pessoas hoje têm tanta dificuldade de se tornarem criativas?

Leonardo Oliveira - Leitura
Imagem: Freepik.com

Eu de fato já fiquei muito chateado por ter que ler alguma coisa na escola, mas sempre tive um bom motivo para isso, pelo menos dentro de mim, eu achava que não lia muito bem e como não tinha incentivos verdadeiramente excitantes para continuar lendo tive muito pouco tempo de leitura durante toda parte da minha vida. Não é de se estranhar que apenas agora aos 34 anos, sou capaz de escrever um pouco sobre o assunto, ou sobre qualquer outro assunto.

Foi por necessidade que descobri um dos meus grandes prazeres na vida, a leitura. Depois de tantos anos vividos, me considerando uma pessoa pouco criativa, tímida, e de pouco conteúdo, minha vida intelectual precisou acordar quando olhei para minha vida e me perguntei o que eu tinha construído até então. Não se surpreenda, “muito pouca” coisa. Descobri então que tudo que eu não havia conquistado era simplesmente porque eu não sabia com conquistar. E foi diante dessa realidade que eu me vi vivo e pessoas vivas sempre podem realizar, aprender algo novo.

Comecei a pesquisar por alguns livros que fossem interessantes e relacionados aos que eu queria fazer, e foi aí que nasceu a paixão pela leitura. Nesse momento pude perceber que o que as professoras diziam, mesmo mesmo de forma pouco empolgante durante anos no colégio realmente era verdade.

Vamos ver do que a leitura é capaz.

“Pare de pensar nessa galinha azul tentando voar”

Dificilmente alguém que ler essa frase acima, não criará instantaneamente uma imagem de uma galinha azul tentando voar no momento em que lê a frase. E depois de ler se eu pedisse a 20 pessoas para desenharem essa galinha azul que viram, teríamos um mundo de possibilidades. Alguns desenhariam apenas a galinha, outros a colocariam em um poleiro, pode ser que alguns até tenham visto ovos ou pintinhos azuis perto da galinha.

E esse é o inicio do processo criativo, o criar na mente. Para que você seja criativo é necessário que você amplie o seu repertório. Enquanto você está lendo sua mente se torna altamente ativa, criando coisas, senários, situações, possibilidades.

Além disso a leitura estimula a reflexão sobre valores, pensamentos, princípios e ações que podemos tomar. Isso não ocorre apenas quando lemos um determinado livros de autoajuda. Todo tipo de leitura provoca algum tipo de reflexão enquanto você lê, sejam biografias, algum livro relacionado às suas atividades profissionais, clássicos da literatura, etc. Você não consegue mais ser a mesma pessoas após ler um livro, ainda que não perceba as informações ficarão guardadas em sua mente e poderão surgir a qualquer momento em que você necessite delas. Para ser criativo você precisa ter conhecimento sobre o maior número de coisas possíveis e as grandes ferramentas para se conseguir isso são os livros.

Outra coisa interessante que as pessoas que gostam de ler tem a seu favor é que geralmente elas não ficam entediadas, se não houver alguém para conversar, para lhes fazer companhia, para sair, elas simplesmente tem os livros. E acredite, eu mesmo tenho uma infinidade de emoções quando estou lendo, dou risadas, me admiro, me espanto, sinto pressão, às vezes medo, dependendo do que estiver lendo, são sensações diversas, muitas delas não sentidas por mim nem em uma sessão de cinema.

A leitura permite que você viva qualquer história sentindo exatamente o que cada personagem sente, a leitura é uma terapia que te permite esquecer por um tempo o mundo e seus problemas. Mas para chegar a nisso a primeira coisa a fazer é abandonar um pouco o mundo digital e se concentrar na leitura de verdade.

Uma outra grande vantagem de leitura é a acessibilidade, qualquer um pode ter acesso a bons livros, a conteúdos maravilhosos que vão estimular mais e mais o pensamento criativo por preços bem baixos e às vezes até gratuitamente. Também existe a possibilidade de trocar, pegar emprestado alguns livros com amigos. E se você às vezes tem dificuldade de manter uma boa conversa essa é uma ótima oportunidade. Compartilhar seu pensamento com um amigo sobre algo que leu é muito interessante é levam os relacionamentos a outros níveis.

Agora se você não gosta de ler, como desenvolver o hábito da leitura? Pense no tema que você mais gosta, escolha um livro sobre o assunto e leia um pouco todos os dias. Você provavelmente vai começar com alguns minutos mas a leitura é algo tão envolvente que em pouco tempo você estará lendo horas sem nem perceber e estará apaixonado pela leitura também. A essa altura seu pensamento estará mais rápido, você terá mais conhecimento e assuntos a compartilhar, sua vida começará mudar. Inicie com 15 minutos diários e veja a magia acontecer. Em pouco tempo você estará lendo não apenas sobre o que você mais gosta mas também inúmeros outros assuntos interessante, principalmente se você estiver conversando com outras pessoas sobre o que você lê. Verá que essas pessoas também leem sobre outros assuntos e isso certamente despertará em você curiosidades e essas, novas descobertas.

Nos últimos 3 meses, quando intensifiquei o meu hábito de leitura li cerca de 8 livros, alguns com mais de 1300 páginas e sem ilustrações, e não se assuste não foi nem um pouco entediante. Tenho hoje na minha fila imediata de leitura cerca de 13 outros livros e estou ansioso para ler cada um deles. Assim como muitos outros que vão surgindo e vou colocando em outra lista.

Acredite, eu não teria tantos projetos em andamento e nem estaria escrevendo para você se não fosse por causa dos livros, artigos, revistas, jornais que li e leio sempre.

O melhor momento para se começar a ler é na infância, então se você for pai ou mãe, incentive a leitura aos pequeninos e os verão se tornarem grandes, inteligentes e criativos adultos.

Eu sempre digo que estou todos os dias buscando ser a minha melhor versão, e a leitura me ajuda muito nisso.

Leonardo Oliveira

Leonardo Oliveira - Leitura
A leitura estimula a imaginação e o pensamento criativo.